O início da Semana de Oração pelos Seminários em Portugal teve um momento alto na Sé Patriarcal de Braga, que neste domingo se tornou pequena, para acolher a multidão de fiéis que quis participar na Solene Eucaristia presidida pelo Cardeal Prefeito da Congregação para a Causa dos Santos, momento em que foi lida a Carta decretal de Canonização de São Bartolomeu dos Mártires. 

Na homilia, citando o profeta Jeremias, lembrou as seguintes palavras: “Et dabo vobis pastores iuxta cor meum, et pascent vos scientia et doctrina” (Jer. 3,15), para falar da grandeza de alma, da santidade de vida, da sabedoria e zelo apostólico de tão grande e insigne Pastor da Igreja Bracarense. “Dar-vos-ei pastores, segundo o meu coração”, para que apascentem o rebanho que lhes foi confiado, preocupando- se também na atualidade com a pertinente necessidade de vocações sacerdotais para a vitalidade da Igreja. O Papa Francisco em Roma, lembrou a Canonização do grande Santo Arcebispo de Braga, que participou no Concílio de Trento, apresentando-o à Igreja como exemplo de “grande evangelizador e pastor”. 

Na senda do serviço e da proximidade deste grande pastor e santo, junto do seu povo, servindo com ardor e luz a Igreja, acredito que o Senhor nos está a chamar a um caminho de santidade, a um sinal de autenticidade de vida capaz de suscitar na Igreja em Portugal e de modo especial na nossa Diocese de Viseu, sufragânea da Arquidiocese de Braga, mais vocações sacerdotais. O seu exemplo e testemunho impele-nos para sermos pastores bons e santos, zelosos e firmes na fé, caridosos e anunciadores da verdade do Evangelho ao povo que nos está confiado. 

A sua vida continua hoje passados mais de quatro séculos a interpelar a Igreja em Portugal, para que através da oração perseverante dos fiéis continuemos a pedir incessantemente novos seguidores de Cristo, o bom Pastor. 

É importante vivermos com seriedade e confiança esta Semana de Oração e tomarmos consciência da importância dos Seminários na atualidade, recorrendo à intercessão de São Bartolomeu dos Mártires, ele que fundou o primeiro Seminário em Portugal, possa ajudar-nos a nós pastores, nos nossos dias a fazer dos nossos Seminários verdadeiras escolas de formação e discernimento vocacional. Precisamos de criar uma cultura vocacional junto dos nossos adolescentes e jovens para não terem medo de acolher a vocação sacerdotal como um dom precioso que Deus oferece à sua Igreja. As orientações da Igreja para a formação dos novos padres, são um documento riquíssimo que precisamos de conhecer, para propor os seus ensinamentos aos adolescentes e jovens, de modo a descobrirem uma orientação vocacional sólida, que os leve no futuro a um encontro de compromisso com o Senhor e o seu povo. 

Mas para o Senhor continuar a dar pastores à Igreja, que sejam também exemplo e “motivo de alegre exultação para o povo de Deus e de testemunho de santidade” para todos, é preciso continuar a pedir na oração, com zelo apostólico e espírito missionário novos candidatos ao sacerdócio. A graça em pedir mais vocações e a generosidade de Deus em concedê-las à sua Igreja, depende também do acolhimento dos nossos adolescentes e jovens, da sua disponibilidade interior para fazerem um verdadeiro discernimento vocacional, que tem o seu início na escuta da voz do Senhor e da sua Palavra, passando depois por uma resposta alegre e generosa ao chamamento de Jesus Cristo, que continua a repetir: “Tu segue-Me”. A Igreja precisa de que pastores e fiéis que sejam fogo arde nos corações e luz que ilumina os caminhos dos homens. 

Na próxima sexta-feira na Igreja do Seminário Maior, vamos celebrar uma vigília de oração pelos Seminários. Todos somos convidados a rezar, para pedir a Deus o dom de mais vocações sacerdotais. Marquemos presença e rezemos juntos pedindo o dom inestimável de mais vocações sacerdotais. 

No Domingo, encerramento da Semana de Oração pelos Seminários, ocorre o Dia Mundial dos Pobres. O peditório deste domingo em Portugal é para ajudar os Seminários com o nosso pão material para a formação dos novos pastores. Neste domingo o Santuário de Fátima convidou a Cáritas Diocesana de Viseu, para estar presente na Eucaristia das onze horas na Basílica da Santíssima Trindade. A Eucaristia será presidida pelo Senhor Bispo D. Ilídio Pinto Leandro, digníssimo Bispo Emérito da nossa Diocese, para que acompanhado com os membros da Direção da Cáritas Diocesana e alguns pobres, poderem assinalar deste modo, em comunhão com o Papa Francisco, o Dia Mundial dos Pobres. Contemplando o Reinado de Cristo, Senhor e Rei do Universo, tenhamos um coração grande e generoso para partilhar o nosso pão com os mais pobres, de modo que ninguém junto de nós morra de fome. 

† António Luciano,

Bispo de Viseu

Folha Dominical

15 Dezembro 2019
3 Downloads
08 Dezembro 2019
29 Downloads
01 Dezembro 2019
30 Downloads
24 Novembro 2019
12 Downloads
17 Novembro 2019
22 Downloads

Próximos eventos

Jornal Mensal

Receba a Folha Dominical no seu e-mail

Visitas

026797
Hoje
Ontem
Esta semana
--
Este mês
Mês passado
Todas
130
248
378
25257
2725
3984
26797

Your IP: 3.234.214.179
2019-12-16 13:22